associacao-comercialCom o objetivo de dar mais segurança e agilidade ao mercado de crédito com duplicatas, a Associação Comercial de São Paulo (ACSP) colocou em funcionamento, neste mês, a Central de Registro de Direitos Creditórios (CRDC), serviço que disponibiliza a empreendedores e agentes financeiros um sistema de acompanhamento de duplicatas, em tempo real.

A ACSP assinou acordo de cooperação com a Associação Nacional de Fomento Comercial (Anfac) para ações conjuntas das duas entidades, no sentido de potencializar e dar novos desenhos ao mercado de crédito, já que a Anfac representa grande parte das empresas do setor de fomento mercantil.

“Nesse momento de tantos desafios na nossa economia, a CRDC é mais um instrumento para que a economia se movimente de forma mais dinâmica, para que os empresários tenham acesso a mais dinheiro”, diz Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp). 

Por meio da CRDC – cujo projeto-piloto foi implantado no ano passado – é possível, por exemplo, verificar a integridade e a validade de notas fiscais eletrônicas (NF-e); gerar duplicatas digitais a partir de NF-e; checar se não há várias duplicatas associadas a uma mesma NF-e e acompanhar o ciclo de vida da NF-e/duplicata digital até o seu vencimento. 

O serviço da ACSP é destinado a empreendedores e agentes financeiros. Permite que sejam feitas solicitações eletrônicas de registro da duplicata digital em cartórios e a guarda de documentos digitais por até oito anos. Tudo por meio de uma plataforma tecnológica de alta performance, estruturada a partir de avanços jurídicos e regulatórios advindos nos últimos anos.?

De fato, a CRDC irá propiciar um ambiente mais favorável à realização de negócios e à concessão de crédito, uma vez que garantirá lastreamento às duplicatas, dando mais confiabilidade a esse mercado e, consequentemente, impulsionando seu crescimento. “Com o tempo, a tendência é de que o mercado ofereça cada vez mais crédito por meio de duplicatas, tornando essa uma forma de financiamento mais atrativa para os empreendedores”, comenta Burti. ?

Em geral fácil de ser emitida, mas difícil de ser verificada, a duplicata é uma das ferramentas mais antigas que os empresários usam para conseguir crédito junto a agentes financeiros.

Com a CRDC, porém, todo esse mercado será organizado de maneira segura, ágil e controlada. “As vantagens são várias, como redução de custos operacionais e melhoria da informação do processo de checagem eletrônica com base na NF-e, maior posse e lastro das operações antes do pagamento e melhor gestão da documentação legal do processo”, conta o presidente da ACSP.

A expectativa é que, já a partir de 2016, cada vez mais agentes financeiros comecem a usar a CRDC para conceder créditos com base em duplicatas. “É realmente uma ferramenta inovadora, demandada há muito tempo pelo mercado”, conclui Burti, que revela a intenção da entidade de fazer novas parcerias com bancos e associações do setor financeiro para promover a CRDC.

A solução CRDC

A solução CRDC® é uma plataforma tecnológica desenvolvida para proporcionar aos seus usuários a origem, emissão, endosso, aceite, aval, geração de número único, registro em cartório e guarda da duplicata, sempre de forma totalmente digital. O acesso à plataforma é feito pelo endereço crdc.com.br. 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhar